segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Águas Passadas


São águas passadas, 
Lembranças tristes 
De momentos felizes
Vividos em vão.

São mentiras mascaradas,
Olhares mentirosos,
E os mais dolorosos 
Me foram os teus!

Caminho espinhento,
De dor e tortura.
E em meio à loucura
Tento caminhar.

Porém não me julgues,
Não preciso de perdão.
Não me olhes desta forma
com reprovação. 

O único erro
Que um dia cometi.
Foi crer em teus sorrisos
Ao invés de partir!
- Requiem

Nenhum comentário: