segunda-feira, 16 de julho de 2012

A Esquizofrênica


Essa talvez seja minha última carta sã. Ariel está aqui. Posso senti-lo aqui. Ai! Que dor de cabeça! Ele não parece querer ir embora. Ele quer controlar minha mente por inteiro. Os homens! Os homens que o seguem ficam me dizendo pra fazer coisas ruins, mas eu não quero! Isso dói! Eu quero paz!
Não! Não! Eu não vou me matar, Ariel! Tem que haver outro jeito de tirar você de mim! Ah! Ariel! Para! Isso dói! Sai da minha cabeça! Sai desse quarto! Não, Ariel! Eu não vou pegar aquela faca! Ah! Ariel! Porque você está fazendo isso? Está sangrando! Seus homens! Aqueles demônios! Faça-os para de falar, Ariel! Por favor! Ariel! Ah! Ta doendo! Isso é tortura! Não, por favor! Não me mata! Ah! Isso dói! Dói! Ah! Ariel! As coisas estão ficando escuras! Ariel, o que você fez? Eu estou sentindo o sangue escorrer! Ariel! O que fez comigo? O que fez?! Socorro! Socorro! Socorro! Socor…
Ariel, minha voz está ficando fraca! Não consigo respirar! Ariel! Eu te odeio! Eu nun… Nunca vou. Te perdoar! Eu… Te ode..io! Eu…
- The Schizophrenic

Nenhum comentário: